Viena no calor do verão

Norbert Kettner, CEO do Vienna Tourist Board, apontou o crescimento do número de turistas brasileiros em julho: 84% em relação ao ano passado

27/08/12 às 12:52 atualizado às 12:52 Dayse Regina Ferreira

MuseumsQuartier um dos maiores complexos de arte do mundo, principal ponto de encontro dos vienenses (foto: Dayse Regina Ferreira)

Norbert Kettner, CEO do Vienna Tourist Board, apontou o crescimento do número de turistas brasileiros em julho: 84% em relação ao ano passado. Nos primeiros seis meses, um aumento de 42%. E afirmou: os velhos prédios históricos não são apenas museus: devem ser vivenciados como cenários de eventos, festas, incentivos. Porque “ quem não aproveita sua herança histórica, não a merece”.

Quem sempre conheceu Viena no outono ou inverno, leva um susto com o calor de 37º centígrados, que torna a cidade mais alegre, mais colorida, mais movimentada. Cheia de surpresas, Viena festeja neste 2012 os 150 anos do nascimento de Gustav Klimt, pintor que revolucionou a arte, libertando-se dos cânones do classicismo. São inúmeros os museus com exposições especiais, mas é no Belvedere que estão sempre reunidos seus principais trabalhos. Inclusive o mais famoso de todos, “O Beijo”, que aparece até  em bolos, como obras primas dos confeiteiros.
Klimt vai ser tema de  um musical em sua homenagem, que inicia no dia 1º de setembro,com temporada até outubro.

A modernidade agora está nos prédios de muitos andares, coisa antes impensável na capital austríaca, que é quatro vezes maior do que Paris . O francês Jean Nouvel assinou  projeto do  Hotel Sofitel ; está surgindo  um Grand Hyatt  e, já considerado “seis estrelas”, inaugura hoje, dia 27 de agosto, o primeiro hotel da rede Ritz Carlton  na Áustria, ocupando 4 palácios históricos do século XIX, bem no centro do Ring Boulevard. A cidade está cheia de gruas nas novas edificações, o asfalto mostra marcas de renovações e há também reconstrução de linhas do metro. O luxo se instala em novas dimensões.

Um dos destaques de Viena é a sua água encanada, proveniente de fontes naturais.É a única capital no mundo com água mineral encanada, sem tratamentos, originada na Baixa Áustria e nos Alpes da Estíria. Há 140 anos a água é distribuída em Viena através de canalização, hoje com uma rede de 3 mil quilômetros.

O QUE FAZER EM QUATRO DIAS
Já que a permanência será curta, dá para fazer uma extravagância e  aproveitar o lado sofisticado de Viena, escolhendo  hospedagem no Hotel Imperial. O mesmo hotel palácio que recebeu no passado o imperador brasileiro  Dom Pedro II, a rainha da Inglaterra,  todos os grandes intelectuais e cientistas do passado. Foi construído em 1863 para ser residência do príncipe de Württemberg, no Wiener Ring. Foi  transformado em hotel para a Exposição Universal de Viena. Outras opções igualmente luxuosas: o Bristol, centenário (1892) e o Sacher, inaugurado em 1876 pelo filho do criador da famosa Original Sacher-Torte.Terminou em 2011 uma completa restauração e modernização de seus espaços, incluindo o Sacher Spa, com tratamentos à base de chocolate.Ao lado da Ópera, sempre foi o endereço da realeza, personalidades e artistas internacionais.

Se chegar à capital austríaca em um sábado, comece o  roteiro com  um aperitivo no Schwarzes Kameel, que existe desde 1618. Os canapés com recheios variados e o Aperol com vinho espumante são a pedida certa. Depois vá assistir a  um concerto de verão na Catedral de St. Stephans com os solistas da Wiener KammerOrchesters tocando Bach, Mozart, Schubert e Handel. Siga então até o restaurante Plachutta, para experimentar  o melhor Wiener Schnitzel  da cidade. Para terminar a noite na balada,incluindo a Pratersauna, clube de Techno e Electro.

Este é o ano de festejar Gustav Klimt. Então  visitar o Belvedere , palácio que abriga a maior coleção de trabalhos do pintor é coisa indispensável de se fazer . É um  dos muitos locais onde Klimt está sendo homenageado pelos 150 anos.
Olivia Divjak (Vienna Tourist Board)  aconselha um passeio até o Velho Danúbio, se o dia for de sol, para almoço na beira do lago e passeio de barco com direito a mergulhos. O passo  seguinte é  um tour no  Ring-Tram até Nussdorf , prosseguindo com  o trenzinho Heurigenexpress pelos vinhedos em torno de Viena. O jantar, para  fechar  o domingo, tem que ser   na casa onde morou Beethoven, hoje a Mayer am Pfarrplatz, taverna de vinhos com fabricação própria premiada várias vezes, que tem até um rótulo “9ª. Sinfonia”, o preferido dos turistas japoneses.

INOVADORA E CRIATIVA
A capital austríaca foi classificada pela terceira vez consecutiva como a cidade com melhor qualidade de vida do planeta: muito verde nos parques ( metade da cidade), vinhedos a dez quilômetros da cidade (700 hectares de videiras), infra estrutura urbana excelente, segurança para os habitantes e visitantes: fatores básicos para tal resultado.A capital federal é a menor entre as nove províncias austríacas e está dividida entre 23 distritos, onde vivem 1.7 milhões de pessoas, sendo que a grande Viena já tem um quarto da população da Áustria, com 2.4 milhões de habitantes.

Capital da música, da cultura, do pensamento e das inovações, permite a descoberta de dezenas de palácios reais, mais de 150 palacetes e um centro histórico patrimônio mundial da UNESCO. Tem a maior coleção das pinturas de Bruegel (Museu de História da Arte) e guarda o quadro mais famoso do mundo, “O Beijo”, de Gustav Klimt  (no Palácio Belvedere).
No dia 30 de setembro será inaugurado a Klimt Villa, no 13º  distrito, onde o pintor tinha seu estúdio entre 1911 e 1918, agora reconstruído como museu.

Até o final deste ano, a nova Hauptbahnhof (estação central) estará entrando em funcionamento, para ser completada em 2015 como o mais moderno hub das redes ferroviárias da Europa.
De 12 a 16  de setembro acontece a MQ Vienna Fashion Week, no MuseumsQuartier.  Aberto em 2001, é uma das maiores áreas de arte e cultura contemporânea do mundo, com opções de artes visuais, espetáculos, arquitetura, música, moda, teatro, literatura, cultura infantil e digital. Não é apenas um aglomerado de museus, mais um espaço de vida urbana, ponto de encontro de amantes de arte, com pátios, lojas, cafés e restaurantes ao ar livre. Os edifícios históricos dos séculos XVIII e XIX , com uma fachada barroca de 400 metros, ficam ao lado de arquitetura moderna. O sucesso é comprovado pelos 3,8 milhões de pessoas que visitam o MuseumsQuartier Wien. A Semana de Moda de Viena vai mostrar as últimas coleções selecionadas por designers  internacionais e da Áustria durante 50 desfiles, complementados por filmes e campanhas fotográficas.
Entre 20 e 23 de setembro, a Viennafair – Messe Wien acontece pela oitava vez em Viena, congregando aficionados internacionais de arte contemporânea, focalizando especialmente a Europa central e  ocidental. 110 galerias de arte de 20 países estarão participando com pinturas, gravuras, fotografias, esculturas e instalações.

Quem estiver em Viena entre 27 de setembro e 7 de outubro vai poder conhecer o Wiener Wiesn Festival – Kaiserwiese Prater. É a Oktoberfest de Viena, em três espaços junto da Roda Gigante do Parque Prater. As atrações começam com muita comida regional, grandes marcas de cervejas e de vinhos e cerca de 99 shows com os principais astros da música popular austríaca. Nos dias 29 e 30 de setembro o Wiener Weinwandertag é a melhor oportunidade de explorar os vinhedos e adegas da região, fazendo degustação do vinho novo, experimentando a boa cozinha local e tendo uma das melhores vistas para a cidade.

No dia 6 de outubro, a Longa Noite dos Museus permite um mergulho nas principais atrações culturais de Viena. Neste 2012, mais de 100 dos museus da capital estarão participando do evento, com exposições especiais, exposições permanentes e acontecimentos únicos. Muitas das atrações podem ser vistas com apenas um ticket, válido também para os shuttle buses e a rede de transportes públicos. O roteiro inicia às 18 horas do dia 6 de outubro e continua até 1 hora da manhã seguinte. Saiba mais no http://www.langenacht1.orf.at
E no dia 22 de outubro, o destaque é o Hollywood in Vienna, na Konzerthaus. A ORF Radio Symphony Orchestra e o compositor americano David Newman estarão apresentando músicas de filmes clássicos como The Godfather, All the President´s Men, Basic Instinct e vários filmes de Alfred Hitchcock, além de uma homenagem a Lalo Schifrin , ganhador do prêmio Max Steiner neste 2012 (www.hollywoodinvienna.com)

2013 anuncia a inauguração dos tesouros dos antigos Wunderkammer ( Gabinete de Curiosidades) dos imperadores Habsburgos no renovado Kunstkammer (Gabinete de Arte) do Kunsthistorisches Museum (Museu de História da Arte); os Wiener Sängerknaben (Pequenos Cantores de Viena) no novo Musikzentrum ( Centro de Música Augarten) ; objetos de arte e ofícios dos períodos Biedermeier – primeira metade do século XIX – no Palácio Liechtenstein, no centro histórico.

PALÁCIO SCHÖNBRUNN E  O STRUDEL
Palácio Schönbrunn, com suas 1.441 salas, é considerado um dos suntuosos palácios barrocos. O parque e a estufa de palmeiras, o jardim zoológico,- o melhor da Europa-, atraem turistas do mundo inteiro, o ano todo. Claro que os visitantes procuram a aura de Sissi e do Imperador Franz Joseph nos salões  e quartos cheios de obras de arte, cristais, dourados, veludos e sedas. E era apenas o palácio de verão, já que a residência oficial era o Hofburg de Viena. É em Schönbrunn que dá para descobrir a receita do sucesso do folhado Apfel Strudel,   com aula  no Hofbackstube, onde a chef homenageia aos brasileiros cantando Orfeu do Carnaval em português. Ali também se compram acessórios de cozinha, lembranças, conservas e compotas. E se prova o doce  Strudel com o melhor café vienense.

A véspera do Natal, 24 de dezembro de 2012, marca o 175 aniversário de nascimento da Imperatriz   Elisabeth, – Sissi – que será comemorado com exposições e um musical, a partir de 5 de setembro, no Raimund Theater. Até a confeitaria Demel, fornecedora dos doces da Corte Imperial na época, vai preparar especialmente as violetas confeitadas, que Sissi gostava tanto.

SECESSION E NASCHMARKT
Também para saber mais sobre a culinária local e a de outros tantos países, é preciso conhecer o Naschmarkt, onde é possível comprar caviar, vegetais, flores e provar nos restaurantes , -que são muitos -, o sushi japonês, o kebab turco, a galinha tandoori indiana, as ostras frescas e o Leberkäse, ou a boa cozinha italiana. O melhor de tudo: o Naschmarkt fica ao lado  o prédio da “Secession”, construído por Josef Maria Olbrich para abrigar as obras dos artistas rebelados contra o classicismo, entre eles Gustav Klimt. O lema na fachada diz tudo: “A cada época sua arte – a cada arte sua liberdade”.Foi o primeiro espaço na Europa Central dedicado à arte moderna. A famosa frisa de Beethoven, de Klimt (1902), agora ficou mais fácil de ser apreciada, com a “Plattform” de 3 a 5 metros de altura, criada pelo artista Gerwald Rockenschaub, que coloca as pinturas murais na altura dos olhos, pela primeira vez. A loja, na saída, tem boa variedade de objetos inspirados nos artistas da Secession.

CONCERTO DE MOZART
Nem dá para pensar em passar por Viena sem assistir a um concerto de Mozart, com músicos vestidos com roupas da época. São muitas as ofertas, mas o melhor espetáculo é o  concerto da Wiener Mozart Orchester, na Goldener Saal (o Musikverein foi inaugurado pelo Imperador Franz Joseph I em 1870) . A Wiener Mozart Orchester foi fundada em 1986, conta com 30 musicos membros das melhores orquestras e grupos de música de câmera da cidade. E tem como diretores  a brasileira do Piauí, Maria, há 30 anos morando na Áustria,   e seu marido Gerald Grünbacher, clarinetista e colega desde os tempos da Academia  do maestro  Ernst Ottensamer. A  Sala Dourada da Musikverein é considerada a de melhor acústica no mundo. Para terminar a noite dentro da sofisticação, jantar no Jo&Co, restaurante no museu Albertina.
É bom saber que os museus e salas históricas podem ser alugados para eventos, reuniões, jantares. O Museu de História Natural, que guarda uma das maiores coleções de animais e minerais  coletados por Pohl u. Johann Natterrer entre 1817 e 1831, é um dos belos prédios disponíveis. E os convidados podem chegar até seus salões em carruagens, as mesmas que ficam disponíveis o dia inteiro nos principais pontos da cidade, principalmente junto Catedral de St. Stephan.

COMPRAS
Todos compram a Sacher  Torte, que pode vir dentro de uma caixa de madeira com cantoneiras douradas, como uma jóia. E se o gosto pela jóia – ou bijuteria – o endereço mais procurado é a loja da Swarovski, com seus cristais em todas as formas. As grandes marcas ficam em torno do Hofburg e da Confeitaria Demel. Mas é no 7º distrito que o comércio ferve, com uma enorme loja Zara. O atrativo maior  são as boutiques de designers e artesãos, que fazem chapéus (Mühlbauer Hutmanufaktur), Lena Hoschek, que faz Dirndls (trajes típicos austríacos) e as bolsas de Iná Kent, caras mas bonitas.
Na Lindengasse a moda é jovem. As opções para todos estão na Neubaugasse, Kirchengasse e Zollergasse. A região é cheia de restaurantes e cafés com jardins internos e casas da antiga Viena.

MODERNIDADE
No último andar do hotel Sofitel, assinado pelo arquiteto francês Jean Nouvel, o bar e restaurante Loft ( dois “toques” Gault Millau) com paredes envidraçadas, garante visão única de 360º sobre a paisagem. Além de ter um teto de grande beleza, que representa as estações do ano  no afresco da artista suíça Pipilotti Rist.Logo na entrada, outro bar com jardim vertical criado pelo paisagista francês Patrick Blanc, tem muro vivo com mais de 20 mil plantas diferentes. Ao nível das águas do Danúbio, o Motto am Fluss é um restaurante em forma de barco, arquitetura arrojada que enfeita o rio. Tudo mostrando a renovação da Cidade dos Habsburgos em nova fase.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: