Higienização em galões reduz riscos de contaminação da água

 

Consumidor deve verificar se a distribuidora de água mineral preza pela higiene
Foto: Wildes Barbosa/O Popular/Futura Press  

Consumidor deve verificar se a distribuidora de água mineral preza pela higiene

Eduardo Djun

cidades@eband.com.br

Qualquer um que tenha preocupação com a própria saúde sabe que a boa qualidade da água é muito importante para o bem-estar. Mas será que a água que sai da fonte tem a mesma qualidade da água que chega aos galões e garrafinhas?

Comprar água mineral de galões de 20 litros ou de garrafas de 1,5 litro não é garantia de se estar levando para casa um produto puro e saudável. Para o professor de Vigilância Sanitária da FSP (Faculdade de Saúde Pública) da USP, Pedro Manoel Germano, o consumidor deve ficar atento se a empresa de água mineral é de confiança. Indústrias sérias prezam por uma boa higienização quando reaproveitam os galões de 20 litros.

Germano alerta que, mesmo quando a água é transportada em boas condições, há o risco de ela ter sua qualidade alterada por ter ficado em um ambiente de temperatura oscilante ou exposto ao sol. “Dependendo de onde veio e de como foi transportada, a água pode trazer uma porção de pequenos problemas de origem ambiental, principalmente agentes bacterianos”, afirma.

Segundo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde), a água contaminada é responsável por cerca de 80% das doenças e por mais de um terço dos óbitos nos países em desenvolvimento.

As bactérias mais comumentes encontradas em galões de água são as coliformes fecais. Essas bactérias podem vir dos próprios funcionários que entregam esse tipo de produto. “Em casa, no momento da recepção, há a possibilidade de alguém não ter lavado as mãos adequadamente e mexer no recipiente sem qualquer tipo de cuidado higiênico”, afirma Germano.

O especialista destaca ainda a importância de tomar alguns cuidados com a higiene para evitar doenças. “O princípio mínimo de higiene é lavar adequadamente os recipientes com água e cloro. Feito isso, a partir do momento que ela é distribuída para jarras ou embalada em vasilhames, é importante que estes também estejam higienizados e limpos”. Germano recomenda ainda limpar regularmente o suporte para os galões.

Sem o devido tratamento, essa água contaminada pelas bactérias coliformes fecais pode prejudicar a saúde principalmente de crianças, idosos e mulheres grávidas. De acordo com o professor, as pessoas que estão convalescendo de viroses ou hepatite também são vulneráveis à ação da bactéria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: