Pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (MG) desenvolveram um plástico biodegradável, utilizando a camada externa da semente da manga.

Conhecido como plástico vegetal, ou acetato de celulose, ele pode ser empregado em finas membranas utilizadas em processos para purificação de água, tratamento de efluentes e sessões de hemodiálise. O material também revelou potencial na confecção de embalagens biodegradáveis, como os recipientes onde são colocadas as mudas de plantas cultivadas em viveiros.

Ainda não existem planos imediatos de disponibilizar o produto ao consumidor. Mas os pesquisadores acreditam ter descoberto uma alternativa mais economicamente viável, se comparada às membranas usadas atualmente nos processos de filtragem, como no caso da celulose obtida da polpa de madeira.

Você sabia?

Os pesquisadores constataram que cerca de 480 mil toneladas de caroços de manga são descartados pelas indústrias de sucos a cada ano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: