Água mineral é o novo produto lançado pela Zaeli

Umuarama – Já está chegando ao mercado a Água Mineral Zaeli Prime com gás e sem gás. O produto acaba de ser apresentado ao mercado pelo diretor presidente da empresa, Valdemir Zago. Segundo ele, a água mineral natural prime é mais leve e saudável, traz mais vitalidade e ajuda na hidratação do corpo, já que é coletada em fontes naturais e contém Vanádio, o componente que torna a Água Zaeli Prime diferenciada.

O Vanádio é um mineral com grandes propriedades medicinais, utilizado no tratamento de diabetes, colesterol, doenças cardíacas e, inclusive, de câncer. Estudos demonstraram que o uso de compostos de Vanádio inibiu a proliferação de células malignas de câncer, em experimentos. A concentração de vanádio na Água Mineral Zaeli Prime é de 0,28mg/l, uma das maiores concentrações já encontradas.
Mas não basta ter o Vanádio, o que torna a água Zaeli Prime excepcional é a perfeita combinação com os demais minerais/oligoelementos.
Zago destaca ainda que a Zaeli passa a atuar também em mais um mercado que está em crescimento, o de água mineral, pois no Brasil o consumo per capita é de 69 litros ao ano. Mas os números estão em alta, já que os brasileiros se conscientizam, cada vez mais, sobre a importância do consumo diário de mais de 2 litros de água para o bom funcionamento do organismo e de todo o corpo.

Nova Fonte de Água Mineral no RS

 

 

bem-vindos

fonte da casa

 

 

Águas aromatizadas são a nova mania do verão

Queridinhas da estação tem cheiro de ervas, sabor de frutas e ajuda a manter o corpo saudável

O DIA

Rio – Refrescantes, saudáveis, e ainda por cima, decorativas. Quem tem dificuldade de tomar os dois litros de água recomendados por médicos e nutricionistas todos os dias, não tem mais desculpa para não se hidratar nesse verão. As águas aromatizadas são as novas queridinhas da estação e prometem auxiliar na eliminação de toxinas, digestão, combate a alergias e inflamações, entre outros benefícios.

Servidas em jarros transparentes e suqueiras personalizadas, as “receitas” também viraram parte da decoração de festas de final de ano, casamentos e aniversários de quem buscou uma alternativa saudável — e mais barata — para se refrescar.

5gyc0dbkfmcv74bohvgvklbeu

Massoterapeuta Aline Marques oferece aos clientes diversos sabores de água aromatizada. A preferida é a de hibisco porque ajuda na queima de gorduras

Foto: Ernesto Carriço / Agência O Dia

Por indicação de uma nutricionista, a instrutora de pole dance Ana Lima adotou a novidade para os treinos. “Costumo usar gengibre e pepino. O gengibre porque é termogênico, acelera o metabolismo, e o pepino porque é refrescante. É ótimo para o calor”, explica a atleta, de 26 anos, que tem dificuldades para seguir à risca a recomendação dos médicos quanto ao consumo de água. “Todo mundo sabe que temos que beber no mínimo dois litros por dia, mas às vezes enjoa. A água aromatizada tem cheiro e gosto diferentes, funciona para quem não tem o hábito”, disse Ana.

Na casa da professora Lourdes Queiroga, de 55 anos, o Ano Novo foi à base de limão e alecrim. “Uma prima me indicou e achei interessante. Resolvi fazer para meus irmãos e sobrinhos no Revéillon e todos amaram. Ficou muito refrescante”, disse a entrevistada, que aproveitou a ideia para decorar a festa. “Coloquei em um jarro transparente e ficou bem bonito. Já fiz outra receita com hortelã e quero tentar a de laranja”, contou Lourdes.


Água com morango ajuda a relaxar. Lojas vendem garrafas charmosas para servir a ‘delícia’
Foto: Divulgação

A água aromatizada é uma forte aliada da massoterapeuta Aline Marques, que usa diferentes receitas para hidratar, desintoxicar e relaxar seus clientes. “Costumo colocar hibisco, limão siciliano, morango com hortelã, maracujá, entre outras ervas e frutas. As pessoas chegam aqui agitadas, e a água por si só já ajuda a desintoxicar, principalmente antes da drenagem linfática”, explicou a terapeuta, que associa a sensação de bem-estar também ao aroma produzido.

Segundo Aline, a receita favorita dos clientes é a água com hibisco, que promete ajudar na gordura localizada. “Tenho uma cliente que bebe muito refrigerante. Sugeri que ela troque pela água aromatizada, que combate efeitos do excesso de açúcar”, disse.

Especialista em nutrição esportiva e dietética, a nutricionista Danielle Neiva dá algumas dicas para o consumo da água aromatizada. Os ingredientes devem ficar na água por pelo menos uma hora, para que os nutrientes sejam absorvidos. É muito importante que, caso haja frutas cítricas, a bebida seja consumida em até duas horas, para evitar a oxidação. “Receitas à base de folhas e frutas vermelhas duram mais”, explicou.

O consumo de água com gás está liberado, desde que em jejum, pois o gás atrapalha a digestão. Quanto aos benefícios atribuídos às mais diversas receitas de água aromatizada, a nutricionista esclarece que não há milagre. “As frutas e ervas aumentam as propriedades, sim, mas o poder está no consumo correto da água. É ela que elimina as toxinas e ajuda o corpo a absorver os nutrientes”, afirmou.

RECEITAS PARA UM VERÃO MAIS HIDRATADO E AROMATIZADO

Água de limão, erva-doce e hortelã (digestiva e detox)
• 1 limão-siciliano com a casca, cortado em rodelas
• 10 folhas de hortelã fresca
• 1 talo de erva-doce, cortado em tiras finas

Água de morango e capim-cidreira (relaxante e alcalinizante)
• 2 folhas de capim-cidreira frescas
• 4 fatias finas de limão-siciliano
• 5 morangos em rodelas (ou 6 uvas cortadas em 4 partes)
Água de laranja, limão e pepino- (diurético e antioxidante)
• 1 limão-taiti com a casca, cortado em rodelas finas
• 1 laranja-lima com a casca, cortada em rodelas finas
• 1 laranja pera (ou bahia) com a casca, cortada em rodelas finas
• 1 pepino com a casca, cortado em rodelas finas

Água de laranja, gengibre e canela (estimulante e termogênica)
• 10 folhas de hortelã frescas
• 3 canelas em pau
• 3 rodelas finas de gengibre fresco
• 4 rodelas de laranja (ou tangerina) com a casca

Água de limão e alecrim (digestiva, estimulante e antialérgica)
• 1/2 limão-siciliano com a casca, cortado em rodelas
• 1/2 limão-taiti com a casca, cortado em rodelas
• 1 galhinho de alecrim

Água de laranja e flor de laranjeira (antioxidante)
• 2 laranjas com a casca, cortada em rodelas finas
• 6 gotas de água de flor de laranjeira (à venda em lojas de produtos árabes)

Reportagem da estagiária Clara Vieira

Fonte: O Dia

Empresa gaúcha investe em água mineral no interior do Estado

Formada por jovens empreendedores, a Bamboo envasa água rica em silício, proveniente de nascente localizada em Antônio Prado

 agua Bamboo

 

Junior Matzenbacher (25), diretor de operações, e Elias Riva (28), diretor executivo da Água Mineral BambooFoto: Rodrigo Lermen / Divulgação
 Em tempos de escassez de água mineral, investimentos no segmento têm se mostrado ótimas oportunidades para a indústria. Descobrir uma fonte, nos dias de hoje, então, nem se fala. Direto de Antônio Prado, Elias Riva, 28 anos, está atento ao negócio. O jovem empresário é o nome à frente da Água Mineral Bamboo, marca gaúcha há seis meses no mercado que é produzida no interior de sua cidade natal.

A família Riva levantou a Hidromineradora São Roque, responsável por envasar o produto, quando um antigo morador da região percebeu que a água que nascia no topo da montanha tinha alta concentração de silício. O resultado é um produto que auxilia na produção de colágeno – recomendado para quem tem unhas e cabelos fracos, por exemplo.

A Bamboo é formada por pessoas jovens e empreendedoras. Em um setor cada vez mais dominado por grandes multinacionais, somos uma empresa de porte pequeno, estabelecida por investidores locais, que está se expandindo rapidamente – salienta Riva.

A intenção é que já no início de 2016 a empresa esteja atuando por todo o Estado.

Site: Bamboo

Fonte: Zero Hora

Link Original: http://zh.clicrbs.com.br/rs/opiniao/colunistas/fernanda-pandolfi/noticia/2015/12/empresa-gaucha-investe-em-agua-mineral-no-interior-do-estado-4941278.html

Água mineral Extaler utiliza, pela primeira vez, embalagem combidome de 500 ml

Água mineral Extaler utiliza, pela primeira vez, embalagem combidome de 500 ml    A garrafa cartonada inovadora da SIG Combibloc alia conveniência e design

extaler_sig-combidome-500

A garrafa cartonada

A garrafa cartonada inovadora da SIG Combibloc alia conveniência e design
A empresa alemã riha Weser Gold Getränke GmbH & Co. KG é a primeira do mundo a utilizar a embalagem combidome, garrafa cartonada produzida pela SIG Combibloc, de 500ml, para sua água mineral Extaler. Por seu formato e conveniência, a embalagem é ideal para produtos destinados ao consumo em movimento (‘on the go’).

Segundo Margarita Maier, gerente de Lançamento de Produtos da SIG Combibloc para a Europa, “A conveniência permanece como um dos principais quesitos dos consumidores para embalagens de alimentos. Além de proteger o produto, a embalagem precisa ser fácil de usar, segura e contribuir para a sustentabilidade ambiental. Estes são itens cada vez mais importantes globalmente à medida que mais pessoas consomem em movimento, seja no trabalho ou no lazer”.

O comportamento das pessoas impacta em seus hábitos de consumo. Elas preferem os produtos ‘on the go’ porque o sabor é bom, eles são saudáveis e nutritivos e não dão ao consumidor a sensação de que estão comendo junk food. E a embalagem ajuda a apresentar estes produtos e reforçar estes atributos. No caso da garrafa cartonada combidome, ela é ideal para consumir o produto diretamente da embalagem, já que sua tampa de rosca de 28 mm, de ação única, está posicionada no centro do topo da embalagem, criando um ângulo perfeito para beber.

As quatro faces laterais da embalagem e o topo em formato de domo, feitos de papel cartão, podem ser totalmente impressos e usados para transmitir a mensagem do produto/marca. Isto amplia as possibilidades de comunicação para os fabricantes de bebidas atraírem a atenção dos consumidores.

Flexibilidade sempre
Uma mesma máquina combidome pode ser usada para envasar diversos volumes: 1.000, 750 e 500 ml. A mudança de volumes leva apenas alguns minutos, possibilitando que os fabricantes posicionem os produtos em quantidades adequadas ao público-alvo. Além da flexibilidade dos volumes, a máquina de envase combidome, que atinge uma velocidade de até 12 mil garrafas cartonadas por hora, também oferece flexibilidade de design e de produto. A mudança de design pode ser feita sem interromper o processo produtivo e sem perdas; basta trocar as embalagens (sleeves) do magazine de alimentação da máquina. Já a flexibilidade de produtos da máquina combidome permite criar conceitos modernos, com diferentes níveis de viscosidade, alinhados às tendências de consumo.

Margarita Maier sintetiza: “Acreditamos que a combidome 500 ml seja o volume ideal para produtos de consumo ‘on-the-go’; sejam eles bebidas matinais, produtos orgânicos premium, smoothies, energéticos ou produtos para grupos específicos de consumidores, como as bebidas saudáveis para mulheres na Melhor Idade. Todos podem ser envasados de forma eficiente e com forte apelo mercadológico”.

Sobre a SIG Combibloc
A SIG Combibloc é uma das principais fornecedoras mundiais de embalagens cartonadas e máquinas de envase para alimentos e bebidas. Em 2014, a empresa alcançou um faturamento de € 1,62 bilhão. São cerca de 5 mil funcionários atuando em 40 países

Fruki se prepara para estrear no setor de cervejas

Nova planta industrial deve ser construída para fabricação da bebida

thumb

Nova planta industrial deve ser construída para fabricação da bebida | Foto: André Ávila/CP Memória

Uma nova marca de cerveja 100% gaúcha promete entrar no disputado mercado consumidor. Até 2025, a Bebidas Fruki S/A, com matriz em Lajeado, pretende colocar a sua marca nos milhares de pontos de venda distribuídos entre supermercados, restaurantes, hotéis bares e afins. Para a execução do projeto será instalada uma nova planta industrial. 
Mais de 60 municípios do Estado já encaminharam propostas para sediar o investimento orçado em R$ 200 milhões em área que varia de 800 mil a 1 milhão de metros quadrados. A nova fábrica de cerveja integra o projeto de expansão da produção da Fruki. 
Atualmente, a Fruki tem capacidade de produção anual ao redor dos 300 milhões de litros de bebida. Alcança 12% do mercado de refrigerantes e 15% de água mineral no RS.
Fonte: Correio do Povo

‘Não temos água, não insista’, diz cartaz na porta de distribuidora em MG

Lama de barragens de Mariana prejudica abastecimento em Valadares.
Disputa por galões de água mineral é intensa e filas dobram quarteirões.
 Diego SouzaDo G1 Vales de Minas Gerais
Fila estava dobrando o quarteirão em um estabelecimento do Bairro de Lourdes em Valadares (Foto: Diego Souza/G1)Fila dobra o quarteirão em um estabelecimento do Bairro de Lourdes em Valadares (Foto: Diego Souza/G1)

Mais de 260 mil pessoas podem ficar sem água no próximos dias em Governador Valadares, cidade do Leste de Minas que foi atingida pela lama proveniente do rompimento das barragensFundão e Santarém, em Mariana, na quinta-feira (5). A captação de água do rio Doce foi suspensa no último domingo (8) e os reservatórios do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) estão vazios. Os rejeitos de minério começaram a chegar à região no fim de semana.

Nos pontos de venda de água mineral as filas são grandes, a procura é intensa e a quantidade é pouca. Em uma distribuidora no Bairro de Lourdes a fila avançou um quarteirão, e uma equipe da Polícia Militar precisou ir até o local para evitar confusão. A Polícia Civil informou que vai investigar as distribuidoras que estariam praticando preço abusivo na venda dos galões de água mineral.

Este cartaz foi pregado na porta de uma distribuidora de água (Foto: Diego Souza/G1)Este cartaz foi pregado na porta de uma
distribuidora de água (Foto: Diego Souza/G1)

“A Polícia Civil vai compilar todas as informações que chegarem a nosso conhecimento através do trabalho da Polícia Militar, no sentido de percorrer os estabelecimentos comerciais que estão praticando esse tipo de crime contra a economia popular. Vamos também orientar e fiscalizar, mas caso haja a necessidade, vamos promover até uma eventual prisão em flagrante em razão destas práticas delitivas, cuja pena pode chegar a dois anos de prisão”, explicou o delegado Bernardo Pena Salles.

A prefeitura disponibilizou 23 caminhões-pipa para abastecer escolas, creches e hospitais, mas a quantidade de água não é suficiente para atender a demanda. A previsão, segundo a prefeitura, é de mais 60 caminhões-pipa para esta quarta.

Hemodiálise
Cerca de 150 pacientes com deficiência renal precisam fazer hemodiálise pelo menos duas vezes por semana no Hospital Nossa Senhora das Graças, e a máquina que faz esse processo depende de água para funcionar. O hospital informou que vai acionar a empresa Samarco Mineradora, empresa responsável pelas barragens de Mariana, para conseguir novas máquinas, que gastam menos água para fazer a hemodiálise.

“Para o procedimento são necessários 60 mil litros de água, a hemodiálise gasta 20 mil litros, por isso, não teremos mais água para os pacientes”, afirmou a coordenadora de enfermagem do Hospital Municipal, Renata Soares.

A falta de água também tem mudado a rotina de alguns departamentos públicos de Governador Valadares. A Câmara Municipal vai funcionar em horário reduzido de 13 às 17 horas e a partir desta quinta-feira (12), os funcionários vão trabalhar em esquema de revezamento.

A medida é para racionalizar a água que ainda resta nos reservatórios do local. Já o Parque Municipal de Governador Valadares vai ficar fechado de quinta-feira (12) até terça feira (17). A ação faz parte do plano de emergência elaborado pela prefeitura da cidade.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.141 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: